Dicas

POR Roberto Junior 26/02/2014

Dicas

Scanrail / FotoliaUse a internet a seu favor

 

Tablets, celulares, computadores – todos esses equipamentos fazem parte da vida de muitos adolescentes atualmente e, nos centros urbanos, pode-se dizer que da maioria dos jovens. No entanto, enquanto alguns tornam esses eletrônicos verdadeiros vilões, outros fazem deles um trampolim para o sucesso acadêmico. Como isso é possível?

Esses dispositivos móveis podem ser utilizados tanto para entretenimento quanto para obter conhecimento. Entretenimento não é algo ruim, quando dosado na medida certa. Afinal, em determinados momentos, precisamos realmente nos distrair. O segredo está em distribuir o tempo de forma responsável – uma boa parte para os estudos, intercalada com pequenas pausas para diversão e contato com amigos.

Como utilizar, então, esses dispositivos eletrônicos como aliados?

Informações sempre à mão:

Com a popularização de celulares e outros dispositivos que acessam a internet a partir de praticamente qualquer local, tornou-se possível acessar a informação a qualquer momento. Portanto, aquele tempinho – ou tempão – na sala de espera do dentista pode ser exatamente o que você precisava para pesquisar um pouco mais sobre o conteúdo que o professor explicou na sala de aula.

Vídeos e apresentações de slides:

Existem muitos conteúdos da escola que se tornam mais compreensíveis quando você vê um vídeo sobre o tema. Nem sempre a nossa imaginação, estimulada a partir da explicação oral do professor, consegue formar a ideia exata do que ele quis passar. Portanto, aproveite o tempo para assistir a vídeos ou apresentações de slides sobre os assuntos explorados em aula. Se você pesquisar, tenho certeza de que encontrará explicações interessantes, ilustradas, práticas e, algumas vezes, até com certa dose de humor!

Auxílio para a memorização:

Como já expliquei em outros artigos, não tem jeito – algumas informações precisam ser decoradas para que você as utilize depois, retirando-as diretamente da memória. Para isso, existem ferramentas da internet que podem ajudá-lo. Há jogos que ajudam a decorar a tabuada, capitais dos estados ou a posição dos países em cada continente. Há sites em que você pode encontrar cartões de estudo para treinar o vocabulário de línguas estrangeiras ou matérias que exigem essa memorização, como substantivos coletivos, por exemplo. Não encontrou o que precisava? Você mesmo pode criar cartões baseados no seu material didático e estudar em qualquer lugar.

Aplicativos específicos:

Atualmente, existe um interesse muito grande na criação de novos aplicativos, inclusive para estudos. Há aplicativos para treinar a acentuação de palavras, redação, línguas estrangeiras, matemática, questões do Enem e até mesmo para ajudá-lo a planejar e gerenciar seu tempo de estudo. Uma boa busca pela internet pode revelar ferramentas muito interessantes.

Logicamente, para cada uma das situações citadas, você tem uma escolha a fazer. Na sala de espera, por exemplo, você pode escolher acessar um joguinho, uma rede social ou estudar. A tendência é escolhermos aquilo que nos traz satisfação imediata. Porém, conseguir aprender de forma significativa e garantir boas notas pode trazer muito mais alegria em longo prazo. Com o dispositivo na mão, você sempre tem uma escolha a fazer: entretenimento ou conhecimento? Espero que você saiba dosar, de forma inteligente, os dois.

Quanto ao uso de eletrônicos, vale uma regrinha que também serve para algumas outras atitudes na vida: a diferença entre o remédio e o veneno é a dose. Use esses dispositivos com sabedoria e consiga melhores resultados.

Fonte: http://www.educacaoadventista.org.br/

________________________________________________________________________________________________________________

an_m / FotoliaConfira algumas dicas que podem ajudá-lo (a) a obter melhores resultados em seus estudos:

  • Antes de cada aula, veja o assunto que irá estudar. Pergunte a si mesmo o que já sabe sobre o tema. Assim, você poderá identificar suas dúvidas e as partes do conteúdo em que deverá se aprofundar.
  • Procure coisas novas dentro do conteúdo. À medida que for estudando o novo assunto, anote trechos, leia as curiosidades, pesquise novidades sobre o assunto em enciclopédias, revistas, jornais e mesmo na internet. Você estará colaborando com o professor e ativando sua criatividade.
  • Torne seu caderno seu parceiro. Após a leitura de um texto, registre as coisas novas que aprendeu, bem como suas dúvidas e perguntas. Essa é uma forma de você se autoavaliar, de fixar o conteúdo.
  • Faça um esquema, em forma de mapa, do que aprendeu, e coloque quadros com pontos de interrogação nos conteúdos que você ainda não estudou. Isso o ajudará a ter uma visão geral de toda a matéria que está estudando.
  • Participe da aula, comentando suas descobertas e fornecendo ao professor um relatório de suas pesquisas.

 

[Fonte: Livro Ciência Interativa 6º ano.]